" />
20/04/2021 às 03:34

Sem título

145
2min de leitura

 Porque escolhi Hura para o nome da minha marca.

_

Hura porque me revejo imenso nesta árvore conhecida como "arvore do diabo" Não que eu seja uma diaba mas porque me identifico imenso com as caracteristicas desta árvore e também porque o meu trabalho em Macramé passa muito pelas folhas  e esta é uma árvore das florestas tropicais com folhas de vários aspetos que uso como molde dos meus trabalhos.

É uma árvore única, cujo tronco está cravejado de espinhos negros que a protegem de ser escalada por animais, tal como eu tenho espinhos e nem todas as pessoas ou as vicissitudes da vida me conseguem fazer desistir.

As Huras são árvores monoicas, de flores vermelhas sem pétalas tanto do sexo feminino como masculino. Os seus frutos Tem uma capacidade explosiva estonteante... Ou seja o fruto explode e espalha semente para bem longe da árvore mãe. É mais ou menos o que faço quando crio peças, espalho-as de Norte a Sul e já começam a ser enviadas para fora de Portugal.

 As sementes podem ser lançadas a uma velocidade de 70m/ podendo chegar a 100mts. Devido ao fato de os frutos explodirem quando maduros é conhecida como árvore dinamite ... Quem me conhece reconhece-me este "dom" porque tudo em que pego é explosivo por depressa dar frutos também por ser  feito com muita paixão e amor.

Não esquecer que a Hura foi uma das grandes descoberta medicinais para tratar a lepra por isso o seu veneno significa cura.

Também aqui me identifico com as Huras porque em tempo de pandemia fui obrigada a encerrar o meu estudio de fotografia que é o meu sustento e criei a marca Hura que surge a partir de casa e tem sido como uma cura para a minha sanidade mental e financeira nestes tempos caóticos que vivemos.

Ana Luar Vaz

20 Abr 2021

Sem título

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL